Artigos

Encontre a sua própria estratégia.

Tempo estimado de leitura:
2
minuto(s)

Você sabe qual é a diferença entre alocação e diversificação?

Estes dois princípios são muito confundidos, pois eles andam de mãos dadas para o sucesso dos resultados de seus investimentos.

Apesar disso, eles são duas coisas diferentes.

O primeiro -> Alocação, se refere ao quanto devemos investir em cada classe de ativos, como por exemplo: renda fixa, renda variável, multimercados, investimentos no exterior, crédito privado, etc.
Você percebeu que não falamos de produtos aqui, mas sim de famílias de ativos? 😉

O segundo -> Diversificação, faz referência aos ativos em si, ou seja, aos produtos que irão compor a carteira de investimentos dentro de cada estratégia de alocação. Por exemplo: títulos públicos, CDBs, RDCs, LCI, LCA, fundos de investimentos, previdência, etc.

É comum encontrar investidores que possuem um único produto em sua carteira ou até mesmo várias aplicações atreladas ao mesmo indicador financeiro. Muitas vezes até com uma boa taxa, e isso os faz acreditar que estão fazendo um bom investimento.

Porém, ter apenas boas taxas não significa que ele tem uma boa estratégia.

O objetivo de estabelecer a sua estratégia de alocação e, a partir disso, escolher os melhores ativos de maneira diversificada é encontrar uma boa relação entre risco X retorno, atendendo às suas necessidades de prazo, volatilidade, expectativas e perfil do investidor.

Além disso, a diversificação dentro da alocação se faz importante para diminuir o risco de uma carteira e melhorar a rentabilidade.

“Se existisse o melhor investimento, todas as outras aplicações e classes de ativos não precisariam existir.”

É necessário compreender que uma ou outra classe de ativos não é melhor, nem pior. Ela é apenas mais adequada a um determinado objetivo e perfil.

Ruim mesmo, é não investir seu dinheiro 😉

Para saber mais sobre diversificação, clique aqui.

Ah, não esqueça que existem profissionais especializados em te ajudar a encontrar a melhor estratégia para você! Realize uma consultoria de Investimentos em sua instituição financeira. Saiba quando contar com a ajuda de um profissional.

Abraços e bons investimentos 😉

Tem interesse em algum outro conteúdo mas não achou?

Envie uma sugestão

Sugestão de conteúdo

X